Biografia da Autora

Camila Passatuto nasceu em 1988, na cidade de São Paulo. Autora do livro "TW: Para ler com a cabeça entre o poste e a calçada" (Editora Penalux, 2017). Escreve desde os 11 anos e começou atuar nos meios digitais, com blogs e participações em revistas digitais, em 2007. Alguns trabalhos e participações: 2010, e-book “Apenas o Necessário”, co-autora da Antologia de micro contos reunidos pela Poesis, em parceria com a ETC Bienal, Fundação Volkswagen e Governo do Estado de São Paulo; 2012, Antologia “Nossa história, nossos autores (Editora Scortecci); 2013, escritora exposta na mostra de Twiteratura no Sesc Santo Amaro.

domingo, 23 de setembro de 2012

Preto Velho


Tiraram do pobre velho
Sua sina de amar
Invadiram seu terreiro
E o que restou lançou ao mar.

Vivia em calma chegada
Cada dia uma ciranda
E a vida tocava macio
A ensinar novas lembranças

Hoje ele me pediu
Um pouco de riso
De garra e maleime.
O velho menino, chorando pediu...

Não soava nem gemido...
E que maldade essa
Tirar do caboclo
Atabaques, mulatas e cachimbo?

Dizem que foi bandido
Inveja de filho
Mas não há perdão
Levar tudo que aqui era bendito.

Nosso velho preto
Nosso preto velho
Chorou uma semana
Na outra já estava esperto

Mas que maldade
Que maldade, Sinhá.
Tiraram tudo do santo
Só restou a Fé nesse Congá.

By Camila Passatuto

Um comentário:

Moni Saraiva disse...

Eu curti muito esse texto!
:)