Biografia da Autora

Camila Passatuto nasceu em 1988, na cidade de São Paulo. Autora do livro "TW: Para ler com a cabeça entre o poste e a calçada" (Editora Penalux, 2017). Escreve desde os 11 anos e começou atuar nos meios digitais, com blogs e participações em revistas digitais, em 2007. Alguns trabalhos e participações: 2010, e-book “Apenas o Necessário”, co-autora da Antologia de micro contos reunidos pela Poesis, em parceria com a ETC Bienal, Fundação Volkswagen e Governo do Estado de São Paulo; 2012, Antologia “Nossa história, nossos autores (Editora Scortecci); 2013, escritora exposta na mostra de Twiteratura no Sesc Santo Amaro.

sábado, 4 de setembro de 2010

Ao corpo.

Você está cansado, velho amigo.
Não respira satisfeito,
Não sorri,
Não desfalece no leito.

Todas as noites são claras
Em claro tormento.
A mente caiu.
O Espírito nem sempre eleva.

Você faz força para sorrir,
Você luta por esperança,
Você me pertence,
Corpo doente que balança.

Move o telégrafo dos prazeres
E nenhuma palavra de volta...
Você está cansado, velho amigo.
Tantos anos se decepcionando, cuidado.

As cenas que representam fortalezas.
Harmonia farsante,
Angustia desde a placenta, eu caí.
O Espírito nem sempre representa.

E você não pode mais caminhar.
As pernas tremem.
As mãos gelam, não sentem.
O peito dói, corpo balança.

Os dias que seriam de recuperação
Tornaram-se imersão.
Tempo vasto perdido.
Entre o clamar... O suplício.

Você pede ajuda, velho amigo.
Mas ocupados demais
Mas desajeitados demais.
Ninguém tem tempo, há volta...

Mais noites em claro penar.
Busca de algo.
Perdido entre almas,
Almas perdidas que não se acham.

E você chora, velho amigo.
Sou de ti inquilino.
Sou alma, tu me desde abrigo
E choro contigo; sofro a cada gemido.

E implora abrigo
E foge
E afasta
E se torna mais frio, esquisito.
.............................................................
N’alguma noite por vir
Na tristeza irá surgir
O desejo realizado
O corpo da alma libertado.

By Camila Passatuto

Um comentário:

Flah Queiroz disse...

Adorei!

Inspirador...

Sou discípula de um oráculo que atende pelo nome de 'coração'... Daí meus devaneios.

Mas não reclamo. Ainda bem que os tenho. São minha única certeza, meus goles de libertação.


www.papoderomeuejulieta.blogspot.com

www.relicariovazio.blogspot.com

http://confrariadostrouxas.blogspot.com/search/label/Sexta-Feira