Biografia da Autora

Camila Passatuto nasceu em 1988, na cidade de São Paulo. Autora do livro "TW: Para ler com a cabeça entre o poste e a calçada" (Editora Penalux, 2017). Escreve desde os 11 anos e começou atuar nos meios digitais, com blogs e participações em revistas digitais, em 2007. Alguns trabalhos e participações: 2010, e-book “Apenas o Necessário”, co-autora da Antologia de micro contos reunidos pela Poesis, em parceria com a ETC Bienal, Fundação Volkswagen e Governo do Estado de São Paulo; 2012, Antologia “Nossa história, nossos autores (Editora Scortecci); 2013, escritora exposta na mostra de Twiteratura no Sesc Santo Amaro.

terça-feira, 31 de agosto de 2010

Insônia Travestida

E tudo sente sua falta.
Até o sono que foge,
Até o espelho, engole.
Insatisfeito, releio...

A obra que faço,
No meio,
Pernas.
Esqueço.

Não há o descanso,
Olhar não morre.
Noite intensa.
Dormir não pode.

Configuro paixões,
Dores e noites.
Combino tempos,
Eternos e discretos.

E tudo sente sua falta.
Até a conta que vencer,
Até as unhas por fazer.
Mel escorre lágrima.

No trabalho tudo certo,
Na ilusão eu peco.
Não permito o sono,
Culpa do teu abandono.

Hoje jogado na rua,
Lamentado, escorado.
Escrevo para mim.
Sempre foi assim...

E tudo sente sua falta.
Mas é desculpa de poeta...
Para não dizer a verdade.
Que só minh'alma chora essa louca saudade.


By Camila Passatuto

4 comentários:

Denison Mendes disse...

quem sabe um dia eu seja a saudade de alguém...um sonho, uma insônia...
e viva a bela poesia feita com alma.

semsabor disse...

E existe coisa que dói mais que a saudade? aliás a minha doeu de novo lendo esse poema!

greg disse...

muito lindo o que vc escreveu!!
sucesso!!
http://naosentindo.blogspot.com/

· Dany Souza disse...

muito bom!