Biografia da Autora

Camila Passatuto nasceu em 1988, na cidade de São Paulo. Escreve desde os 11 anos e começou atuar nos meios digitais, com blogs e participações em revistas digitais, em 2007. Alguns trabalhos e participações: 2010, e-book “Apenas o Necessário”, co-autora da Antologia de micro contos reunidos pela Poesis, em parceria com a ETC Bienal, Fundação Volkswagen e Governo do Estado de São Paulo; 2012, Antologia “Nossa história, nossos autores (Editora Scortecci); 2013, escritora exposta na mostra de Twiteratura no Sesc Santo Amaro.

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Penélope

Torpedeei
Em porto aberto
Teu navegar

Em ti
Soldei minha espera

A cada hora
Um fio caia

(Por tempo)

A cabeça
Era selva sem mata

O que era
Minha angústia
Em dois versos

Se amar
E não ser amada?

Era você,
Mofino em fragor,
Que esquecia
E nunca,
A mim,
Aludido, seco e em pó
Abrira a porta

E fizera chegada.

By Camila Passatuto

sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Bala no Crânio

O som da morte
Soa quente.

Enquanto as senhoras
Depilam dignidade,
Ouço a dança de fogo
Por entre postes.

(Corre)

Lambe-lambes
Exibem
A baixeza do sorriso.

E queima
O doceiro da ida

O som
Cunhadio
É morte
Que chega

E apavora
Quem mais
Por perto
Não queria despedida.

(E se vai,
Fala:
É doceiro de vida.)

By Camila Passatuto



quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

Bombardeios

Os bombardeios seguem a rotina,
Destroem e constroem.

Não sei meu choro
Já faz tempo.

As ruas vastas...
Ainda.
E repouso
Minha desilusão
Pelo batente

Observo tanta ganância

Minhas mãos sujas
De amor

E o mundo acabando
Com o pouco do eu
Que me resta
Na janela.

By Camila Passatuto