Biografia da Autora

Camila Passatuto nasceu em 1988, na cidade de São Paulo. Autora do livro "TW: Para ler com a cabeça entre o poste e a calçada" (Editora Penalux, 2017). Escreve desde os 11 anos e começou atuar nos meios digitais, com blogs e participações em revistas digitais, em 2007. Alguns trabalhos e participações: 2010, e-book “Apenas o Necessário”, co-autora da Antologia de micro contos reunidos pela Poesis, em parceria com a ETC Bienal, Fundação Volkswagen e Governo do Estado de São Paulo; 2012, Antologia “Nossa história, nossos autores (Editora Scortecci); 2013, escritora exposta na mostra de Twiteratura no Sesc Santo Amaro.

segunda-feira, 13 de maio de 2013

Das ninfas (Proteção)

Minhas águas meninas
Percorrem
De abraçadas o alento
Da perpetuidade

Ora verde oliva
Ora bege vida.

Trave minhas línguas
Aos berros
Aos medos de pleitos.

(Eclipsar as almas)

Sereno
Boca no verde
Riacho em plena avenida

Pensara em ser campo
Mas apenas
Era corpo
Morto nas delícias.

(Sacia, farta...
Faz-me luxúria
Tira e atira
Coloca-me de luto).

Minhas águas meninas
Que lavam sem banhar

Uma dor carecida
Plenitude
De verso em vida.

Abençoem os coitados
Cegos da palha
Que pulam canteiros

Festivos canteiros

Agora é alma
Que se faz
Na falta de corpo

Abençoa e morde
Faça-nos sentir
No arguto instante
Da ida.

No arguto instante

Da ida.

By Camila Passatuto

Mosteiro de esquina

Roga ao som da sineta
Na prolação da fé.
Insinua tua boca
Em pele de salvação.

Distraio em logogrifo
Alguns minutos
Da pouca vida
Prematura.

Ajoelha poesia
Na saliva minha

Ajoelha

Clama e proclama
O verso santo
Das pernas cruas

Roga ao som da sineta
Nossa liberta voz
Lutuosa de hoje
Em tom lúgubre de ontem...

By Camila Passatuto