Biografia da Autora

Camila Passatuto nasceu em 1988, na cidade de São Paulo. Autora do livro "TW: Para ler com a cabeça entre o poste e a calçada" (Editora Penalux, 2017). Escreve desde os 11 anos e começou atuar nos meios digitais, com blogs e participações em revistas digitais, em 2007. Alguns trabalhos e participações: 2010, e-book “Apenas o Necessário”, co-autora da Antologia de micro contos reunidos pela Poesis, em parceria com a ETC Bienal, Fundação Volkswagen e Governo do Estado de São Paulo; 2012, Antologia “Nossa história, nossos autores (Editora Scortecci); 2013, escritora exposta na mostra de Twiteratura no Sesc Santo Amaro.

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Poema para as tardes


Todos na calmaria de seus ninhos
E passo, ao chamar calada, o que procuro,
 – Você ficou tempo demais em mim –
Eu te amo, Eu te amo e oras! Perdi...

Sinto que poderíamos,
Mas a humanidade
Deixou de percorrer
O caminho dos olhos

(Alguém derramou vermelho demais)

Escalamos as montanhas
E lá, em alto voar,
– não agradamos o superior –
Não agradamos a própria excitação.

(O que seria poesia? – Perguntou em gemidos)

Inutilidades!
Estamos aqui,
Presos na liberdade que cederam.

Todos na calmaria de seus ninhos...
E eu descalça
Das palavras simples
Das frases compostas
Dos adjuntos que corrompem.

Só desejo o cru daquela
Tinta pouca
Esquecida no alto-calante
(Calante)
De algum desorientado.

Morremos e em luto
Passamos por ela:
Viela Adoniran Barbosa.

(Por que grande avenida
Se as almas que salvou
Eram nobres
De suas malocadas paulistas?)

Obs.:
Deixei de rimar e fazer
Sentido, amor,

Nessa tarde de ninhos.

By Camila Passatuto

Nenhum comentário: