Biografia da Autora

Camila Passatuto nasceu em 1988, na cidade de São Paulo. Autora do livro "TW: Para ler com a cabeça entre o poste e a calçada" (Editora Penalux, 2017). Escreve desde os 11 anos e começou atuar nos meios digitais, com blogs e participações em revistas digitais, em 2007. Alguns trabalhos e participações: 2010, e-book “Apenas o Necessário”, co-autora da Antologia de micro contos reunidos pela Poesis, em parceria com a ETC Bienal, Fundação Volkswagen e Governo do Estado de São Paulo; 2012, Antologia “Nossa história, nossos autores (Editora Scortecci); 2013, escritora exposta na mostra de Twiteratura no Sesc Santo Amaro.

quarta-feira, 16 de maio de 2012

Ao meu filho: poesia

Meu menino de olhos claros e alma negra.
Ao dizer cerra os dentes...  Sussurra tímido
"Salve em mim alguma poesia”.

Menino de olhos pedintes e mente canina,
Para ti apenas breve prosa de observar.

Enquanto acaricia suas melodias sujas,
Estarei do outro lado
Em afago de ternura e fuga.

Quando romper madrugada
Sem inspiração de universo,
Lá estarei para o reencontro
De verbetes não-poéticos,

loucos e risonhos
por alguma percepção aflorada
Seremos o dedilhar de mistério maior.

Meu menino que se mata toda noite...
Descansa seu suicídio nos versos.
... Eu nunca poderei ceder aos fatos...

Descalça minhas palavras e cante
Canto qualquer no inferno...

Saudade e útero
Resto, filho,
Em meu desejo-nobre,
Assexuado e materno.

By Camila Passatuto

Um comentário:

z i r i s disse...

Tenho salva em mim agora, alguma poesia.

Quanta beleza!


Um beijo