Biografia da Autora

Camila Passatuto nasceu em 1988, na cidade de São Paulo. Autora do livro "TW: Para ler com a cabeça entre o poste e a calçada" (Editora Penalux, 2017). Escreve desde os 11 anos e começou atuar nos meios digitais, com blogs e participações em revistas digitais, em 2007. Alguns trabalhos e participações: 2010, e-book “Apenas o Necessário”, co-autora da Antologia de micro contos reunidos pela Poesis, em parceria com a ETC Bienal, Fundação Volkswagen e Governo do Estado de São Paulo; 2012, Antologia “Nossa história, nossos autores (Editora Scortecci); 2013, escritora exposta na mostra de Twiteratura no Sesc Santo Amaro.

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Não. (Poema nove meses)

Não saí de ti, não descobri a brisa,
Nem bebi da fonte de seus seios.
Não senti teus arreios, que pena.
Não fui alarme de sonhos teus.

Não implorei sua atenção nos domingos.
Nem te ofereci a felicidade do que fui,
Não desobedeci tuas regras,
Não rimei teus palavrões.

Não te coloquei o primeiro fio branco,
Que em ti foi alarde.
Não vomitei em teus pés...
Nem chorei para que comprasse chocolate.

Não me viu cair a primeira vez
Nem à segunda
Nem no infinito sábado de aleluia.
Não sonhou que eu fazia fortuna.

Não corrigiu meu português...
Nem nada
Que todas fazem...
Todas iguais. Iguais a você.

Não te grito sonoramente.
Não te assino formalmente.
Mas quando abraça, me sossega
E de meus lábios a palavra 'Mãe' quase escorrega...

By Camila Passatuto

17 comentários:

Adilson Guimarães disse...

Lindo poema, parabéns pelo blog. Bem legal, vou seguir... abraço.

www.catarseonline.blogspot.com

Leonardo I disse...

Lindíssimo! Nossa, arrepiei! Visite-me, também tenho um blog literário!

Abraços!

Thomas disse...

Confortável seu Blog gostei muito, vc escreve muito bem.
vlw

http://opimentahumor.blogspot.com/

disse...

Forte!
Muito...
Quase um grito de carencia.

Gostei muito da forma que enreda seus versos, com ritmo e força.

Bjs

BLoG do CHARQuE disse...

lindo poema, são todos de sua autoria? me encantei com o último
parabens!!!

Karine Lima disse...

oie, adorei o blog *-*
estou seguindo, segue o meu?

http://livreelouca.blogspot.com/

um beijo.

Andressa Alkeen disse...

lindo lindo, adorei o banner. (:

Andressa Alkeen disse...

lindo lindo, adorei o banner. (:

Laís Brito disse...

ooooouw,adorei demais ! :D

Pedro disse...

Homenagem à sua mãe?
Nós nunca imploramos nada para elas, pois elas sempre sabem o que precisamos!


=)

Vaunei Guimarães disse...

gostei demais...muito lrgal mesmo....continue escrevendo qndo puder voltarei...!

www.vauneiguimaraes.blogspot.com/

Henrique Alvez disse...

Quem diria que em um mundo onde todo mundo escreve sobre amores platônicos eu me depararia com esse poema...
Além disso, também me agradou a fluidez do texto, da até pena de acabar de ler
;D
abraço.

http://baudopascacio.blogspot.com/

Karla Hack disse...

Adoro versos que fluem da alma..
Dá para notar que o lirismo é seu mesmo...
Parabéns!
;D

Gabriel disse...

É tão bom ver colegas poetas que escrevem tão bem, que até sou suspeito para falar, amante que sou.

Gostei da maturidade de tuas palavras senhorita Camila, quero voltar mais vezes,

Meus parabéns,
Beijão.

Gabriel disse...

Resolvi te seguir ;)

emsgomes disse...

Camila,sem muitos comentários!
Mas engasgado.. arrepiado...

Um abraço e um beijo
com todo carinho que mereces.

Evandro

Anônimo disse...

Obrigado por intiresnuyu iformatsiyu