Biografia da Autora

Camila Passatuto nasceu em 1988, na cidade de São Paulo. Autora do livro "TW: Para ler com a cabeça entre o poste e a calçada" (Editora Penalux, 2017). Escreve desde os 11 anos e começou atuar nos meios digitais, com blogs e participações em revistas digitais, em 2007. Alguns trabalhos e participações: 2010, e-book “Apenas o Necessário”, co-autora da Antologia de micro contos reunidos pela Poesis, em parceria com a ETC Bienal, Fundação Volkswagen e Governo do Estado de São Paulo; 2012, Antologia “Nossa história, nossos autores (Editora Scortecci); 2013, escritora exposta na mostra de Twiteratura no Sesc Santo Amaro.

sábado, 12 de junho de 2010

Pedido

Não
Ninguém está aqui para escrever o que parece estar escrito.

Não estou aqui
Se pareço presente é para talvez ser eterna n’algum tempo.

Não escrevo
Tudo o que se diz palavra é fundo sentimento.

Não pense errado
Não me digo em canções, não me afirmo em sonetos... Nem nada.

Não maltrate, nem beba veneno
Leia e perceba qual encanto nutre seus olhos, depois apareça, me conte.

Não ligue para os primeiros versos
Sempre a segunda linha que mira tua alma é fagueira, sorrateira... Envolve-te.

E Ninguém está aqui para escrever.
Escrita é uma coisa,
O que faço é outra.
Permito que seja efêmero o que digo.
Se te pertence,
Canta.
Leva contigo,
Mas cante para sempre.
Caso contrário
Mata o que inspiro.

By Camila Passatuto

Um comentário:

criator disse...

Esse tipo de encanto nutre meus olhos!

Lindo poema.
Lido uma vez, lido sempre aqui dentro.

Obrigado pela visita.