Biografia da Autora

Camila Passatuto nasceu em 1988, na cidade de São Paulo. Autora do livro "TW: Para ler com a cabeça entre o poste e a calçada" (Editora Penalux, 2017). Escreve desde os 11 anos e começou atuar nos meios digitais, com blogs e participações em revistas digitais, em 2007. Alguns trabalhos e participações: 2010, e-book “Apenas o Necessário”, co-autora da Antologia de micro contos reunidos pela Poesis, em parceria com a ETC Bienal, Fundação Volkswagen e Governo do Estado de São Paulo; 2012, Antologia “Nossa história, nossos autores (Editora Scortecci); 2013, escritora exposta na mostra de Twiteratura no Sesc Santo Amaro.

domingo, 2 de maio de 2010

Obra Minha

Uma obra incompleta.
É o que estava jogada no sofá,
Olhos descontentes,
Simples e carente.

Viu-se manchada
Das cores de um dia
Em praça, em graça
Descontente, irritada.

O ar pesado incomodava
Corpo forte
Alma fraca
E o que pedi foi quase nada.

Venha. Seja
Obra que meus dedos
Inquietos
Dedilham.

Transformo em ti
Tudo em nada.
Medo
Agora é risada.

Viu-se manchada
Das cores de um dia
Em praça, sem graça
Suspirando apaixonada.

By Camila Passatuto

5 comentários:

Tati disse...

Gostei do poema. Cheio de cores. Gostoso de ler.

laisa disse...

Lindo! Adorei o ritmo que o poema tem, li 3 vezes, continue escrevendo assim!!!!

Laisa

Daniel Silva disse...

pra quem escreve nas horas vagas, até que está bom. muito bom para falar a verdade. pudera eu também conseguir fazer coisas assim. parabéns.

abraço

L.A disse...

adorei o poema, parabens

Ramos disse...

Escreve muito bem para uma escritora de horas! xD
Tenha 23hs por dia de horas vagas então \o/


BjauM!


www.suportedamente.blogspot.com