Biografia da Autora

Camila Passatuto nasceu em 1988, na cidade de São Paulo. Autora do livro "TW: Para ler com a cabeça entre o poste e a calçada" (Editora Penalux, 2017). Escreve desde os 11 anos e começou atuar nos meios digitais, com blogs e participações em revistas digitais, em 2007. Alguns trabalhos e participações: 2010, e-book “Apenas o Necessário”, co-autora da Antologia de micro contos reunidos pela Poesis, em parceria com a ETC Bienal, Fundação Volkswagen e Governo do Estado de São Paulo; 2012, Antologia “Nossa história, nossos autores (Editora Scortecci); 2013, escritora exposta na mostra de Twiteratura no Sesc Santo Amaro.

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Observações 1


Saudade dá frio. É estranho, o mundo lá fora suando e eu no casulo quente sentindo minha pele congelando, as mãos quase não se mexem, o peito amarga e contrai uma sensação de pós-choro. Talvez porque a alma esteja chorando, talvez porque a noite passada as palavras correram sem nenhuma direção e a solução seria você vir me aquecer novamente. Sem lembrar e sem esquecer.
Saudade dá sono. Os olhos pesam e queimam de vontade, os pensamentos voando em várias soluções, os sonhos que sua imagem sempre prevalece. Dormir para ver o mais perto de ti em mim, eu sonho e trago a realidade dele, saudade é sono.
Saudade dá vontade. Minhas notícias querem correr até você, proporcionar um orgulho maior e te fazer sorrir, suas palavras devem estar à procura de meus ouvidos e sua escrita anseia por meus olhos...e eles sentem, eles aguardam...

By Camila Passatuto

Um comentário:

Bandeira disse...

saudade mata!!!
ñ consigo desifra oq realmente saudade tras para mim?