Biografia da Autora

Camila Passatuto nasceu em 1988, na cidade de São Paulo. Autora do livro "TW: Para ler com a cabeça entre o poste e a calçada" (Editora Penalux, 2017). Escreve desde os 11 anos e começou atuar nos meios digitais, com blogs e participações em revistas digitais, em 2007. Alguns trabalhos e participações: 2010, e-book “Apenas o Necessário”, co-autora da Antologia de micro contos reunidos pela Poesis, em parceria com a ETC Bienal, Fundação Volkswagen e Governo do Estado de São Paulo; 2012, Antologia “Nossa história, nossos autores (Editora Scortecci); 2013, escritora exposta na mostra de Twiteratura no Sesc Santo Amaro.

domingo, 22 de março de 2009

*clique e leia*


By Camila Passatuto

7 comentários:

palavras ao vento disse...

muito bom..concerteza o capitalismo comanda tudo...e o dinheiro esta nas mãos de pocos...

Jéssica Modinne disse...

Acredito que você tentou explicar que a crise capitalista não está no "dinheiro" em si, mas no que o capitalismo está provocando, digamos, todo mundo se importando com essa tal crise e ninguém dando bola p/ outros problemas mais importantes, mais urgentes... To certa ou viajei? Oo
Bem, se foi isso, concordo plenamente com você.
Parabéns...

Aliás, adorei esse trecho: "(...) vamos pintar com sangue o que chamamos de música, vamos cantar com as víceras, o que chamamos de escrita, vamos escrever com as unhas o que chamamos de crises e incertezas (...)"

Juan Felipe disse...

Olha...excelentes palavras!
Vamos ser mais humanos e menos artificiais.

Juan Felipe disse...

http://sentimentomediano.blogspot.com

esdras b disse...

Bravo, magnífico, maravilhoso!!!!!!
Grande pensadora!!!
Parabéns por suas palavras e sua escrita tão visceral!!!!

Tati disse...

O "anti" do manifesto fica por conta das metáforas?!
Ótimo texto, embora seja "anti"... hehehehehe.

Dário Souza disse...

Sçao discursos como os seus, que me fazem pensar que eu nao sou a unica pessoa, que quer a mudança. =D